CUSTO DE TRANSAÇÃO E TERCEIRIZAÇÃO NO TRANSPORTE FLORESTAL, NO SETOR MADEIREIRO NA REGIÃO DO BAIXO ACRE, 2009-10

Autores

  • Ívina Zuleide Gonçalves de Sousa FREITAS INSTITUTO FEDERAL DO ACRE
  • Zenobio Abel Gouveia Pereli da Gama e Silva Universidade Federal do Acre

Resumo

O setor madeireiro é importante para desenvolvimento da economia do Brasil, visto que a atividade florestal se encontra distribuída em quase todo o país. O objetivo do estudo foi elaborar dados econômicas sobre o setor florestal madeireiro acreano, visando contribuir na elaboração e implementação de políticas públicas que estimulem o uso de forma racional dos recursos florestais na região. O estudo foi realizado na Regional do Baixo Acre (Rio Branco, Capixaba, Acrelândia e Porto Acre) nos anos de 2009-10. A metodologia teve como enfoque o custo de transação na terceirização do transporte de madeira em tora da floresta à serraria. Para análise da cadeia produtiva foi feita através da caracterização da matéria-prima. Já às transações no transporte florestal, foi estudada a terceirização deste serviço e uma análise das dimensões ou atributos das transações. Os principais resultados foram: as empresas madeireiras são dependentes de terceiros para obter matéria-prima, sendo os municípios de Sena Madureira, Bujari e Rio Branco os principais fornecedores de madeira em tora; O setor madeireiro é dependente da terceirização de caminhões e a maioria das empresas realizam integração parcial, contratando pequenas transportadoras via mercado; Há comportamento oportunístico e baixos níveis de especificidade locacional e dedicados na transação; Além disso, as empresas apresentam alta especificidade temporal e a incerteza na contratação do transporte florestal está associada aos períodos de sazonalidade e escoamento da produção. Contudo, a frequência deste tipo de transação é considerada constante para todas as empresas, criando uma relação de confiança que estimulam a fidelidade comercial.

Downloads

Publicado

19-05-2022