ANÁLISE HISTOPATOLÓGICA DE BRÂNQUIAS DE PEIXES DE CULTIVO, ORIUNDOS DE PISCICULTURAS DO MUNICÍPIO DE RIO BRANCO – ACRE

Autores

  • Luanny Santos Lima
  • Juliana Milan de Aquino Silva Instituto Federal do Acre
  • Francisco Glauco de Araújo Santos Universidade Federal do Acre

Palavras-chave:

Parasitismo, Prochilodus lineatus, Colossoma macropomum

Resumo

A piscicultura é uma importante atividade econômica, a qual encontra-se em crescimento. No Brasil, a sua produção atingiu 80.930 toneladas de peixes cultivados no ano de 2020. É uma área impactada pela presença de parasitas que afetam órgãos vitais para o crescimento dos peixes, como as brânquias, causando danos histopatológicos que dificultam a respiração branquial, afetando o desenvolvimentos dos peixes, e gerando prejuízos aos produtores. O presente trabalho tem como objetivo caracterizar a interação parasito-hospedeiro de peixes oriundos de duas propriedades de piscicultura no município de Rio Branco – AC, identificando os danos histopatológicos induzidos pelos ictioparasitos branquiais. Foi realizada a análise das brânquias de 25 Colossoma macropomum (tambaqui) e 35 Prochilodus  lineatus (curimatã), das quais observou-se a presença de parasitas em 95% do número total de  peixes analisados, sendo que a piscicultura 2 apresentou maior número de peixes parasitados. Nas brânquias analisadas foram encontrados parasitas do filo Myxozoa, da classe Monogenea, e das subclasses Digenea e Copepoda, sendo que os monogenéticos apresentaram a maior prevalência em ambas espécies de peixes independente da piscicultura analisada. Dos peixes parasitados na piscicultura 1, 59,25% apresentaram-se coparasitados e 40,75% foram parasitados por apenas um grupo de parasiras. Na piscicultura 2, a prevalência de peixes coparasitados foi de 50%. Todas as brânquias afetadas por parasitas apresentaram lesões histopatológicas relacionadas à presença dos mesmos, tendo maior ocorrência de hiperplasia celular em espaço interlamelar, hiperplasia lamelar e fusão de lamelas secundárias, nas duas espécies de hospedeiro.

Biografia do Autor

Luanny Santos Lima

Graduada em Licenciatura em Ciências Biológicas pelo Instituto Federal do Acre - IFAC (2016). Graduada em Medicina Veterinária pela Universidade Federal do Acre - UFAC (2022). 

Referências

AZEVEDO, R. K.; ABDALLAH, D. V.; LUQUE, J. L. Ecologia da comunidade de metazoários parasitos do acará Geophagus brasiliensis (Quoy e Gaimard, 1824) (Perciformes: Cichlidae) do rio Guandu, Estado do Rio de Janeiro, Brasil. Acta Sci. Biol. Sci., Maringá, v. 28, n. 4, p. 403-411, out.-dez. 2006.

BARÇANTE, B.; SOUZA, A. B. Características zootécnicas e potenciais do tambaqui (Colossoma macropomum) para a piscicultura brasileira. PubVet, Maringá, v. 9, n. 7, p. 287- 290, jul. 2015.

BICUDO, A. J. A.; TAVARES, L. E. R.; LUQUE, J. L. Metazoários parasitos da cabrinha Prionotus punctatus (BLOCH, 1793) (Osteichthyes: Triglidae) do litoral do estado do Rio de Janeiro, Brasil. Rev. Bras. Parasitol. Vet., v. 14, n. 1, p. 27-33, 2005.

CAMPOS, C. M.; MORAES, J. R. E.; MORAES, F. R. Histopathology of gills of Piaractus mesopotamicus (Holmberg, 1887) and Prochilodus lineatus (Valenciennes, 1836) infested by monogenean and myxosporea, caugth in Aquidauana River, State of Mato Grosso do Sul, Brazil. Rev. Bras. Parasitol. Vet., Jaboticabal, v. 20, n. 1, p. 67-70, jan.-mar. 2011.

CENTENO, L.; SILVA-ACUNA, A.; SILVA-ACUNA, R.; PEREZ, J. L. Fauna ectoparasitaria asociada a Colossoma macropomum y al híbrido de C. macropomum x Piaractus brachypomus, cultivados en el estado Delta Amacuro, Venezuela. Bioagro, v. 16, n. 2, p. 121-126, 2004.

DOMINGUEZ, H. N.; BALIAN, S. C.; TRANCREDO, K. R.; MARTINS, L. M.; CARDOSO, P. H. M. Metacercárias (Platyhelminthes: Digenea) em espécies de peixes ornamentais de água doce no Sudeste do Brasil: relato de caso. Revista de Educação Continuada em Medicina Veterinária e Zootecnia do CRMV-SP, São Paulo, v. 18, n. 1, 2020.

DYKOVA, I.; LOM, J. Histopathological changes in fish gills infected with myxosporidian parasites of the genus Henneguya. J. Fish Biol. v. 12, n. 3, p. 197- 202, 1978.

FABREGAT, T. E. H. P.; PEREIRA, T. S.; BOSCOLO, C. N.; ALVARADO, J. D.; FERNANDES, J. B. K. Substituição da farinha de peixe pelo farelo de soja em dietas para juvenis de curimba. Bol. Inst. Pesca, São Paulo, v. 37, n. 3, p. 289 – 294, 2011.

FAO. Pesca e aquicultura global foram duramente atingidas pela pandemia de COVID-19, diz relatório da FAO. Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), 2021. Disponível em: <https://www.fao.org/brasil/noticias/detail- events/es/c/1373383/>. Acesso em 07 jan. 2022.

FERREIRA, J. B. Alterações nos parâmetros hematológicos e histopatologias branquiais em tambaqui (Colossoma macropomum, Cuvier, 1818) sob a influência do Triclorfon. 2016. Dissertação (Mestre em Aquicultura) Universidade Nilton Lins, Manaus, AM.

FUJIMOTO, R. Y. et al. Doenças Parasitárias e Manejo Profilático de Tambaquis (Colossoma macropomum) na Região do Baixo São Francisco. Aracaju: Embrapa Tabuleiros Costeiros, 2015.

ISHIKAWA, M. M. et al. Parasitos de peixes redondos produzidos na região da Grande Dourados - MS: características e possíveis soluções. Jaguariúna: Embrapa Meio Ambiente, 2016.

IWASHITA, M. K.; MACIEL, P. O. Princípios básicos de sanidade de peixes. In: RODRIGUES, A. P. O. et al. (Ed.). Piscicultura de água doce: Multipicando conhecimentos. Brasília, DF: Embrapa, p. 215-272, 2013.

JERÔNIMO, G. T.; TAVARES-DIAS. M.; MARTINS, M. L.; ISHIKAWA, M. M. Manual para coleta de parasitos em peixes de cultivo. Embrapa, Brasília, 2012.

JERÔNIMO, G. T.; PÁDUA, S. B.; BAMPI, D.; GONÇALVES, E. L. T.; GARCIA, P.; MARTINS, M. L. Haematological and histhological analysis in South American fish Piaractus mesopotamicus parasitized by monogenean (Dactylogyridae). Braz. J. Biol., v. 74, p. 1000‐1006, 2014.

JERÔNIMO, G. T. et al. Parasitos de peixes Characiformes e seus híbridos cultivados no Brasil. In: TAVARES‐DIAS, M.; MARIANO, W. S. (Org.). Aquicultura no Brasil: novas perspectivas. Editora Pedro & João, São Carlos, 2015.

LEITE, L. A. R.; PELEGRINI, L. S.; AGOSTINHO, B. N.; AZEVEDO, R. K.; ABDALLAH, V. D. Biodiversity of the metazoan parasites of Prochilodus lineatus (Valenciennes, 1837) (Characiformes: Prochilodontidae) in anthropized environments from the Batalha River, São Paulo State, Brazil. Biota Neot., São Paulo, v. 18, n. 3, 2018.

LIZAMA, M. L. A. P. Estudo da relação entre a comunidade parasitária, meio ambiente e dinâmica da população de Prochilodus lineatus (Valenciennes, 1836) e Astyanax altiparanae Garutti & Britski, 2000, na planície de inundação do alto rio Paraná, Brasil. 2003. Tese (Doutorado) – Departamento de Biologia, Universidade Estadual de Maringá, Maringá.

LUQUE, J. L. et al. Comparative analysis of the communities of metazoan parasites of Orthopristis ruber and Haemulon steindachneri (Osteichthyes: Haemulidae) from the southeastern Brazilian litoral: I. structure and influence of the size and sex of hosts. Rev. Bras. Biol., v. 56, n. 2, p. 279-292, 1996.

MAKINO, L. C.; FAUSTINO, F.; PAES, M. C. F.; BERALDO-MASSOLI, M. C.; CARDOZO, M. V.; SHOCKEN-ITURRINO, R. P.; NAKAGHI, L. S. O. Morfologia e quantificação da microbiota intestinal do curimbatá (Prochilodus lineatus) e do cascudo cinza (Pterygoplichthys anisitsi) cultivados em cativeiro. Arq. Bras. Med. Vet. Zootec., Jaboticabal, v. 64, n. 4, p. 916-926, 2012.

MARTINS, M. L. et al. Manual de enfermidades parasitárias de peixes ornamentais de água doce. Florianópolis, 24p., 2018.

MARTINS, M. L.; ROMERO, N. G. Efectos del parasitismo sobre el tejido branquial em peces cultivados: Estudio parasitologico e histopatologico. ver. Bras. Zool., n. 13, p. 489‐500, 1996.

NEVES, D. P. Parasitologia dinâmica. Atheneu Editora, Rio de Janeiro, 3. ed., 591p., 2009.

PANTOJA, W. M. F. et al. Protozoan and metazoan parasites of Nile tilápia Oreochromis niloticus cultured in Brazil. Rev. MVZ, Cordoba, v. 17, p. 2812- 2819, 2012.

PAVANELLI, G. C.; EIRAS, J. C.; TAKEMOTO, R. M. Doenças de peixes. Profilaxia, diagnóstico e tratamento. Editora Universidade Estadual de maringá, p. 305, 2002.

PEREIRA, S. L. A. et al. Agentes patogênicos de tambaquis cultivados, com destaque para registros em Rio Preto da Eva, AM. Embrapa, Manaus, dez. 2016.

REIDEL, A.; OLIVEIRA, L. G.; PIANA, P. A.; LEMAINSKI, D.; BOMBARDELLI, R. A.; BOSCOLO, W. R. Avaliação de rendimento e características morfométricas do curimbatá Prochilodus lineatus (Valenciennes, 1836), e do piavuçu Leporinus macrocephalus (Garavello & Britski, 1988) machos e fêmeas. Revista Varia Scientia, Maringá, v. 4, n. 8, p. 71-78, 2004.

ROBERTS, R. J. Fish Pathology. Wiley-Blackwell, London, 4. ed., 597p., 2012.

ROCHA, B. S. F. et al. Mixosporídeos em peixes dos rios Poti, Parnaíba e Igaraçu no estado do Piauí (Brasil). Biota Amaz. Open J. Syst., Macapá, v. 8, n. 2, p. 53-55, 2018.

RODRIGUES, A. P. Diversidade de helmintos ictioparasitos da bacia do Rio Tramandaí, sul do Brasil. 2018. Tese (Doutorado) — Programa de Pós-Graduação em Biologia, Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo.

RODRIGUES, A. de F. C.; RIBEIRO, F. S.; PASSERO, M. D.; CHICCRTO, J. R. M.; TAKEMOTO, R. M. Monogenea parasita branquial de Geophagus sveni (Perciformes: Cichlidae) provenientes do reservatório da Itaipu Paraná-Brasil. In: Encontro Internacional de Produção Científica, 11., 2019, Maringá. Anais ... Maringa: 2019. RODRIGUES, R. N. Revisão de literatura das espécies de Henneguya e Myxobolus (Cnidaria, Myxosporea) descritas em peixes dulcícolas do Brasil. 2021. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Engenharia de Pesca, Universidade Federal Rural da Amazônia, Bélem.

SANTOS, E. F.; TAVARES-DIAS, E.; PINHEIRO,D. A.; NEVES, L. R.; MARINHO, R. G. B.; DIAS, M. K. R. Fauna parasitária de tambaqui Colossoma macropomum (Characidae) cultivado em tanque-rede no estado do Amapá, Amazônia oriental. Acta Amaz., Macapá, v. 43, n. 1, p. 105 – 112, 2013.

SCHALCH, B. S. H. C.; MORAES, F. R. Distribuição sazonal de parasitos branquiais em diferentes espécies de peixes em pesque-pague do município de Guariba-SP. Rev. Bras. Parasitol. Vet., Jaboticabal, v. 14, n. 4, p. 141-146, 2005.

SILVA, J. M. A. The Amazonian fish Colossoma macropomum harbors high myxosporean diversity: A description of three novel species from a fish farm. Microb. Pathog., v. 153, fev. 2021.

TEIXEIRA, R. J. Infecção das brânquias de tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) por Myxosporea. Pesq. Vet. Bras., São Paulo, v. 38, n. 6, p. 1085-1090, 2018.

ZATTI, S. A. Descrição morfológica e molecular de parasitos do filo Myxozoa em peixes Prochilodus costatus e Prochilodus argenteus do rio São Francisco, MG e Prochilodus lineatus do rio Mogi Guaçu, SP. 2013. Tese (Mestrado) – Universidade Federal de São Paulo, Diadema.

Downloads

Publicado

23-11-2022

Edição

Seção

Edição Especial VII CONC&T 2022